Vida verdadeira

faço parte, faço de conta faço arte, desfaço pontas sofro cortes, sofro aos montes amo forte, bebo da fonte… erro, acerto, tenho dúvidas vivo, como tem que ser, a vida… assim no dia da partida talvez tenha a ausência sentida… Viver é muito mais do que abrir os olhos. A vida não é se encantarContinuar lendo “Vida verdadeira”

Façamos de conta

Façamos então de conta que tudo o que tem em voltafaz parte de nós e nós somos tudo também…Uma coisa assim única, preciosa, que nos dá mais que prazer… Façamos então de conta que a música nos pertencee todas as cores, elas também nos pertencem…Assim seremos voz e imagem, um quadro impressionista talvez… De fazerContinuar lendo “Façamos de conta”

Os silêncios

Em certos momentos o silêncio é nossa única voz. Nossa única música. Nosso único som.   O silêncio que nos abraça quando a dor é grande. Que nos enlaça quando a alegria parte. Que nos ensina a ressuscitar a esperança. O silêncio que algumas vezes é escuro como a noite. e noutras vezes é todaContinuar lendo “Os silêncios”

Viver além da sobrevivência

Eu vivo e algumas vezes sobrevivo. Vivo os momentos mas em outros momentos sobrevivo. Viver nem é tão simples e se deixar ir também não… sobreviver é quase partir… querer o nada a partir do tudo. Respiro. A respiração curta não desce até os pulmões. Falo. A fala silenciosa não sobe até a boca. ViverContinuar lendo “Viver além da sobrevivência”

A vida é curta

A vida é curta. Não adianta calcular por idade, o tempo sempre será pouco para tudo o que vamos inventando e criando pelo caminho; para os sonhos que vamos construindo e para os laços que mantemos. A vida é curta sim. E ela precisa ter prioridades. Sem prioridades a gente se perde pelo caminho fazendoContinuar lendo “A vida é curta”

Pensando alto

Que o prazer de viver esteja sempre acima da dor de viver. Porque sim, viver também é dor. A dor que desperta e ensina que um minuto de prazer valerá sempre bem mais do que eternas horas de dor. *** Momentos existem em que temos vontade de simplesmente fechar os olhos e deixar pra lá,Continuar lendo “Pensando alto”

Pensando alto

Há dias em que certas dores tomam conta do nosso olhar. Dias em que não é possível disfarçar. Nestes dias o mais difícil é sorrir. Mas é justamente de dias assim que precisamos para entender a beleza dos dias sem dores. Para valorizar os momentos em que estamos bem e podemos fazer o bem. NãoContinuar lendo “Pensando alto”