Persona

visto a roupa de domingo em plena quarta-feira cinza implicações complicações elucidações tardias de que servem explicações sob a chuva fina? não volta o tempo não voltam os momentos e os problemas todos viram besteiras não digo adeus nem perco o fio da meada ao desejar sorte tudo o que quero hoje é rir, sentirContinuar lendo “Persona”

Sem contar as horas

O tempo vive na ponta da minha língua que conta as horas… na minha cabeça tonta vive também o tempo quando perco os sentidos e não faz mais sentido contar as horas… Não quero que o tempo passe. Fecho os olhos e espero que ele não passe. Um aperto no estômago de vê-lo voando tãoContinuar lendo “Sem contar as horas”

Estados de solidão

Solidão é estado de espírito. Bate assim, em qualquer lugar… não importa onde não importa como e nem mesmo quem está por perto… Solidão anda de braços dados com a saudade… Incomoda, pois é soberana ao tomar o coração para si e esvaziá-lo de tudo que é bom. Solidão quando o mundo inteiro parece terContinuar lendo “Estados de solidão”

Pensando alto

Não conto os dias e nem conto as horas. Não vigio a respiração e nem os olhares perdidos. Reservo minha energia e minhas emoções para ser feliz sem me questionar, sem buscar razões, sem saber porquês. A felicidade não tem sobrenome. Pontos de vista divergem, opiniões passeiam por diferentes razões. Mas isto não é motivoContinuar lendo “Pensando alto”

Do tempo e da não permanência

Meu tempo passa como o de todo mundo: algumas vezes voa; noutras parece se arrastar algumas vezes nem sinto passar noutras quero apenas lhe arrancar de onde está. O tempo que denuncia as tristezas e que é o mesmo que apaga as lembranças enche os corações com a saudade e leva de nós para tãoContinuar lendo “Do tempo e da não permanência”

A vida é curta

A vida é curta. Não adianta calcular por idade, o tempo sempre será pouco para tudo o que vamos inventando e criando pelo caminho; para os sonhos que vamos construindo e para os laços que mantemos. A vida é curta sim. E ela precisa ter prioridades. Sem prioridades a gente se perde pelo caminho fazendoContinuar lendo “A vida é curta”

Estou dando um tempo

Estou dando um tempo. Um tempo para voltar a amar as coisas que deixei de amar pelo caminho. Estou dando um tempo para mim mesma e para tudo o que hoje apenas me tira a paciência quando era para me fazer feliz. Quero ler livros esquecidos na estante; quero vestir roupas esquecidas no guarda-roupas; queroContinuar lendo “Estou dando um tempo”

Por conta de meu silêncio

Ao invés de falar, faço silêncio. Porque minhas palavras talvez soassem duras demais. Porque minhas feições ao falar talvez ficassem duras demais. Mas eu não me engano, o peso do meu silêncio é tão grande quanto o mundo em mim que o acolhe e as palavras caladas me cortam por dentro como se facas afiadasContinuar lendo “Por conta de meu silêncio”