Tristeza

Faleceu minha tristeza. Eram duas horas da manhã, eu recém acordava de um sonho que me trouxe felicidade. E foi assim que ela se foi, a tristeza que comigo dormiu… diminuiu-se diante do bem-estar que me contagiou. Afugentou-se de ver comigo um sorriso que não lhe cabia. Mas o problema com a tristeza é queContinuar lendo “Tristeza”

Pensando alto

O tempo pode ser cruel com o corpo, mas é o amigo mais precioso da alma. *** Estes escritores que vão morrendo e levando com eles tantos sonhos. Deixam a palavra escrita para que a gente não se perca no caminho até o dia do reencontro final. *** Antes de apontar o dedo para alguémContinuar lendo “Pensando alto”

Não apague as estrelas

Por favor não apague as estrelas… hoje eu quero sonhar… Dormirei mais tarde quando a lua também for dormir. Quero passar horas a olhar o céu… Quero passar horas a me encantar com o céu… Quero passar horas a navegar pelo céu… Por favor… não apague as estrelas… Elas são meu guia neste infinito sonhoContinuar lendo “Não apague as estrelas”

Pensando alto

Abraço a vida. Apertado. Bem apertado o abraço. Acaricio seus momentos. Agradeço os sonhos que invadem minha realidade e assim deixam-na mais cheia de cor. Tanto quanto sou grata à realidade que fornece os temas que me fazem sonhar. Abraço a vida, tomo-a nos braços, comemoro sua existência em mim e em todos os queContinuar lendo “Pensando alto”

Pensando alto

Calado está meu coração. Outro dia tentou gritar e a voz não saiu. Agora se contenta em ouvir. Suas próprias batidas e as insinuações de outros corações. Assim, de coração pra coração, vozes silentes se amparam. *** Sonhei contigo. Tu que não sei quem realmente és. Mas no sonho eras sorrisos, e uma voz queContinuar lendo “Pensando alto”

Subjetivas verdades

De onde vieram as palavras que eu jurava não ter pronunciado? E todos os atos que tenho certeza não ter praticado? De onde vieram? Talvez da mesma memória insidiosa Que me conta e mostra coisas enganosas Nunca vividas? Nunca vistas? Nunca sentidas? Ou quem sabe dos sonhos do sono e dos sonhos insones Ou dasContinuar lendo “Subjetivas verdades”

O Maior Sonho da Minha Vida

Sonhos? Eu tive muitos. Alguns passaram, de outros nem lembro mais. Suas importâncias foram relativas ás épocas, idades e tantos outros fatores. Se foram realizados? Não sei. Mesmo. Não sei. Alguns tenho a impressão que deixaram de ser sonhos ao tomar o rumo da realidade, outros passaram a fazer parte dos contos noturnos; outros aindaContinuar lendo “O Maior Sonho da Minha Vida”