Pensando alto

Muitas vezes é difícil saber o que é melhor para nós. Olhamos em volta e vemos as opções e, em certos momentos, todas podem parecer boas. Neste instante, quando a dúvida nos toma, o melhor a fazer é buscar a resposta no mais íntimo de nós. Porque é lá, no mais profundo da gente, queContinuar lendo “Pensando alto”

Pensando alto

Tem coisas que a gente mete a mão e faz e não se cansa. Tem outras que a gente só enrola pra não fazer (de tão chatas?). Coisas que a gente olha pro lado e finge nem ver. A verdade é antiga: quando a gente gosta do que faz, tudo é bem mais simples. MasContinuar lendo “Pensando alto”

MUDANDO OS HÁBITOS

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas Que já têm a forma do nosso corpo E esquecer os caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares É o tempo da travessia E se não ousarmos fazê-la Teremos ficado para sempre À margem de nós mesmos Fernando Pessoa Desde o final doContinuar lendo “MUDANDO OS HÁBITOS”

ERVA DANINHA

Quero entender o teu recheio O teu misterioso recheio Tão bem encoberto… Ah, tu… põe-me ao invés, desperta Talvez como não desejarias… Ao ver do chão o verde que germina Teus talvez, respostas, reações tão prontas… se esperas reconhecer daninha a erva que vinga à tua mão… Tu… com tuas mãos… deixá-la vingar… (Ouço AndreContinuar lendo “ERVA DANINHA”

PEDRAS NA SOLIDÃO

Driblei a bruxa má e pelo bosque espalhei centenas de pedrinhas… agora espero aqui, escondida entre as árvores. No conto infantil os irmãos se perderam porque deixaram pedaços de pão… fui mais esperta… então por que a espera está sendo tão longa? Já estou com dor nas pernas. E se o sol se for? EContinuar lendo “PEDRAS NA SOLIDÃO”