Poema do incerto

  Descansar em ti repousar em teus braços todos os meus abraços. Descansar enfim esquecer o cansaço e num desabafo entregar-me a ti. O eterno tem duas etapas: o início e o meio… todos os fins se encontram perdidos entre o certo e o errado entre o fardo do presente e do passado… Deixar sentirContinuar lendo “Poema do incerto”

Estou dando um tempo

Estou dando um tempo. Um tempo para voltar a amar as coisas que deixei de amar pelo caminho. Estou dando um tempo para mim mesma e para tudo o que hoje apenas me tira a paciência quando era para me fazer feliz. Quero ler livros esquecidos na estante; quero vestir roupas esquecidas no guarda-roupas; queroContinuar lendo “Estou dando um tempo”

Até quando

Não sei quanto tempo tenho. Não sei o que me espera. O tempo, a esperança, tudo é futuro… e eu nada sei dele, o futuro. Sei apenas da angústia sangrenta de pensar, pensar e pensar… até quando? até quando? até quando? Por isto trago no bolso as lembranças… para com elas viver de bem comContinuar lendo “Até quando”

Dançar na Linha do Trem

O que você quer? Aquilo que não tem ou aquilo que talvez nunca terá? É simples, basta escolher. Na primeira opção, você muda sua maneira de ver o que há em volta e o que há dentro de si e vive o seu presente. Que pode se tornar um dia um presente… Ou não! ParaContinuar lendo “Dançar na Linha do Trem”

Antecipando-me

Não gosto de certas antecipações. Como aquelas em que a gente se imagina já vivendo situações que um dia certamente irá viver ou talvez nunca nem mesmo chegue a conhecer. Estes sentimentos ambíguos, que chegam com a intenção de nos prevenir, de nos deixar conectados com a tomada de um futuro qualquer e acabam porContinuar lendo “Antecipando-me”

Ir e Voltar

Ir, seja para onde for, pode até ser fácil algumas vezes. Coisas de quedas, decisões, vontades, tropeções. Medos primários, medos primeiros, medos vagos e trapaceiros. Ir, pode até ser fácil, é só seguir, seguir, seguir os passos… Erros e acertos com certeza antes já foram por ali feitos. Mas voltar? Voltar pode ser mais rápido,Continuar lendo “Ir e Voltar”