Eu não tenho mais saudades

Eu não tenho mais saudades,tenho cicatrizes.Feridas fechadasde dores abertas,que não sinto mais.Sonhos perdidose esperanças incertas.Eu não tenho mais saudades,tenho cicatrizes.Lembranças amenas,inventadas talvez,pontes quebradasnum caminho sem volta.Eu não tenho mais saudades,tenho cicatrizese só elas doem,com o tempo, com o vento,com o que sobroudos sentimentos.

Linhas da Mão

Gato com sete vidas Impertinente e ausente Correndo no quintal. Anjo sem asas, caído Clemente e descrente Viajando pelo astral. Palhaço no circo perdido Descontente e conivente Rindo do bem e do mal. Soldado sem guerra, dividido Impotente e impenitente No solo esperando o final. Oráculo de um mundo enlouquecido Veemente e reluzente Rezando paraContinuar lendo “Linhas da Mão”

ANDANDO NO ESCURO

Perdidos estavam, os passos, e o medo estendeu-lhes a mão E foram assim, andando meio vagos como se fosse o escuro Sentindo a terra mover-se, dela o calor subir como um augúrio Trazendo força e os levando em frente em outra direção… Nem outros devaneios emprestavam a verdade para crer E desacreditar só mal faziaContinuar lendo “ANDANDO NO ESCURO”