presente imperfeito

Ventura te espera o futuro cheio de ânsias… no presente esquecida quimera. Quem dera! Abandonar as constâncias e admirar da janela o tempo a passar. Poder esquecer a distância entre o desejo e o que se pode ter entre o que almejo e o que devo ser… É este o momento, é agora é esteContinuar lendo “presente imperfeito”

Poema do incerto

  Descansar em ti repousar em teus braços todos os meus abraços. Descansar enfim esquecer o cansaço e num desabafo entregar-me a ti. O eterno tem duas etapas: o início e o meio… todos os fins se encontram perdidos entre o certo e o errado entre o fardo do presente e do passado… Deixar sentirContinuar lendo “Poema do incerto”

Estou dando um tempo

Estou dando um tempo. Um tempo para voltar a amar as coisas que deixei de amar pelo caminho. Estou dando um tempo para mim mesma e para tudo o que hoje apenas me tira a paciência quando era para me fazer feliz. Quero ler livros esquecidos na estante; quero vestir roupas esquecidas no guarda-roupas; queroContinuar lendo “Estou dando um tempo”

Até quando

Não sei quanto tempo tenho. Não sei o que me espera. O tempo, a esperança, tudo é futuro… e eu nada sei dele, o futuro. Sei apenas da angústia sangrenta de pensar, pensar e pensar… até quando? até quando? até quando? Por isto trago no bolso as lembranças… para com elas viver de bem comContinuar lendo “Até quando”

Pensando alto

Há dias em que certas dores tomam conta do nosso olhar. Dias em que não é possível disfarçar. Nestes dias o mais difícil é sorrir. Mas é justamente de dias assim que precisamos para entender a beleza dos dias sem dores. Para valorizar os momentos em que estamos bem e podemos fazer o bem. NãoContinuar lendo “Pensando alto”

Passado, presente e futuro

O passado não é tempo. O passado é um lugar onde muitos gostariam de morar. O futuro não é tempo O futuro é um lugar para onde muitos gostariam de saltar. O presente não é tempo O presente é um lugar onde muitos gostariam de ficar. Será? Tempo ou lugar… lugar ou tempo… Passado, seContinuar lendo “Passado, presente e futuro”

Nota ao Passado

Querido passado, Não se faça tão presente. O futuro que foste, o presente que me deste, tudo isto se foi. Deixa-me agora, viver cada segundo que seguem tão rápidos para ti.  Permaneças aí, seja apenas o que és. Mas não sejas ausente também. Faço questão de te guardar nas lembranças e nas saudades, tento mesmo algumasContinuar lendo “Nota ao Passado”