Dos medos

Medos se impõem. Eles atravessam os olhos e a pele. Escancaram a mente confusa. Materiais ou etéreos, vivos ou imaginários. Tomam forma. Crescem nos becos escuros da mente Saem do passado obscurecido por lembranças geradas pela memória que se entrelaça com sentimentos… Chegam de um futuro temido por esperanças pilhadas em suas vontades falhas… AContinuar lendo “Dos medos”

Escolhas

Porque poderia ser… mas não foi. Outra coisa aconteceu. Porque poderia ter… mas não teve. Outra coisa veio. Porque poderia viver… mas não viveu. A vida aconteceu de outro jeito. Poderia… mas… a escolha feita não permitiu ou permitiu outras coisas… e escolhas são como caminhos, caminhos retos, curvas, encruzilhadas caminhos longos, atalhos, caminhos cruzados…Continuar lendo “Escolhas”

Pensando alto

Abraço a vida. Apertado. Bem apertado o abraço. Acaricio seus momentos. Agradeço os sonhos que invadem minha realidade e assim deixam-na mais cheia de cor. Tanto quanto sou grata à realidade que fornece os temas que me fazem sonhar. Abraço a vida, tomo-a nos braços, comemoro sua existência em mim e em todos os queContinuar lendo “Pensando alto”