Dores que são

Cortes profundos doem menos. O sangue corre, escorre pela pele e cai. O superficial arranha, machuca, arde. Não é uma dor contundente. É uma dor que incomoda, fica ali, visível, se esfregando em todos os atos. Dores profundas não gritam, os ferimentos apenas ficam ali, latejando, latejando, pulsando junto com o coração. Dores superficiais sãoContinuar lendo “Dores que são”