Balé

  Um passodois passospassos para um lado, para outropara frente e para trás.Um pequeno saltoum rodopio pelo chãooutro nos ares do alto.Dança, dança a menina…baila, baila a bailarina.Vestida de sonhos e tuleembevecida pelo precioso somenternecida em gracioso movimento…Ela não sorri. Seus olhos estão fechados…Tudo é tão perfeito!Suas pernas e braços, suas mãos…parece um pássaro!E entreContinuar lendo “Balé”

Canção interna

Eu canto e meus males espanto. Eu canto tudo o que vem na cabeça… dentro da cabeça eu canto… e danço… a música que ninguém escuta só eu… enquanto canto… danço… danço… Dentro da cabeça tenho todos os ritmos uma memória de músicas eterna… E aí eu canto… canto em todos os cantos da casaContinuar lendo “Canção interna”

Sem música

Foi quando a música parou que os braços enlaçaram a cintura e os ombros e os passos, devagar para cá, devagar, lentos, mais aqui, para perto de ti, para perto de mim, foi assim… Quando a música parou, ninguém mais no horizonte e apenas nós, paixões aos montes, dançando, dançando… sobriamente embrigados, sutilmente fazendo amor…Continuar lendo “Sem música”