mãe

busco uma lembrança e não encontro encontro tantas! embaralhadas pelo tempo manuseadas pela ansiedade emparedadas pela memória incoerente busco uma fotografia e não encontro encontro tantas! ela sorri! aqui, na outra também, na mais inesperada das fotos, ela sorri também! queria mais dela, muito mais! raio de sol, mãe, um raio de sol vibrante, colorida,Continuar lendo “mãe”

teoria

minha teoria é teoria de conspiração um coração perseguindo seguindo freneticamente o mesmo coração como se fosse ele o mesmo coração o coração-cérebro o coração-mundo o coração do mundo coração de todo mundo batidas indo e vindo seguindo perseguindo infinitamente o mesmo coração o teu, o meu, o dele, o dela, de cada um oContinuar lendo “teoria”

precioso

firo feridas largadas interfiro arranco as amarras não curo não curto sou curto-circuito não sigo intuições moo corações não deixo por menos e o menos? é a sobra do mais ou demais? pressinto o ócio ocioso estado precioso um fado um vento não sento eu danço eu canto amanso os ânimos abro o cinto meContinuar lendo “precioso”

pregação

prego sobre prego uma pregação está cego o coração inanição do ego prego sobre prego a pregação cegueira coletiva viseira assertiva falta de informação prego sobre prego ilusionismo aflição a religião não é céu é eufemismo de inferno vendas nos olhos alívio à venda e a compra é (i)legal legal mentir sobre o eterno existirContinuar lendo “pregação”

Vida verdadeira

faço parte, faço de conta faço arte, desfaço pontas sofro cortes, sofro aos montes amo forte, bebo da fonte… erro, acerto, tenho dúvidas vivo, como tem que ser, a vida… assim no dia da partida talvez tenha a ausência sentida… Viver é muito mais do que abrir os olhos. A vida não é se encantarContinuar lendo “Vida verdadeira”

Me parto

jogo palavras fora. fora de mim, fora de meu coração fora de minha alma, fora de meu corpo fora de tudo o que eu possa ser palavras fora… eu jogo e elas saem de mim perfurando o corpo, abrindo os poros, escrevendo dores palavras saem, palavras jorram, fora da minha alma e da agonia sentidaContinuar lendo “Me parto”