Vida verdadeira

faço parte, faço de conta
faço arte, desfaço pontas
sofro cortes, sofro aos montes
amo forte, bebo da fonte...

erro, acerto, tenho dúvidas
vivo, como tem que ser, a vida...
assim no dia da partida
talvez tenha a ausência sentida...

Viver é muito mais do que abrir os olhos.

A vida não é se encantar com bobagens.

Photo by João Ferreira on Unsplash

Poema de 1o de dezembro de 2014

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: