Frenesi

em plena lucidez (ou não)
sinto-me desperta (não esperta)
a vida me aperta 
(não tenho cintos de segurança)
me joga na cara um passado
que não reconheço.
alucino? imagino? pesadelo, sonho?
me sinto inquieta
o futuro se avizinha
- e até para quem é adivinha - 
ele é surpresa!
arquitetar ou não arquitetar?
aquietar-se ou não aquietar-se?
ao que parece há violência
até na ciência da paz.
que fazer?
vou além da crença...
acordo e volto a dormir
intensa.

Photo by Maksym Kaharlytskyi on Unsplash

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: