Os silêncios

Em certos momentos o silêncio é nossa única voz.
Nossa única música.
Nosso único som.  
O silêncio que nos abraça quando a dor é grande.
Que nos enlaça quando a alegria parte.
Que nos ensina a ressuscitar a esperança.
O silêncio que algumas vezes é escuro como a noite.
e noutras vezes é toda a claridade que necessitamos.
Silêncios de se estar só sem por um segundo ser solidão.
Silêncios. De doer. De sonhar. De cantar. De sofrer.
Nosso meio de existir.
Nosso meio de sobreviver.
Silêncios totais.
Letais.
Vitais.

Photo by Krists Luhaers on Unsplash

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: