tempo de amar

Tenho tempo ainda, tempo suficiente
Para andar por aí, feliz e displicente
O corpo nu, a alma nua, a cabeça nua...

E o tempo que tenho, me doo, sou tua
Em casa, no mundo, nos sonhos, na rua
Onde o amor nos fizer gente...

Tenho uma paixão secreta por teus olhos marrons.

Na verdade, sou apaixonada por todos os teus tons.

Photo by Swapnil Potdar on Unsplash

Poema de 13.11.2014

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: