Nota ao Passado

Querido passado,

Não se faça tão presente. O futuro que foste, o presente que me deste, tudo isto se foi. Deixa-me agora, viver cada segundo que seguem tão rápidos para ti.  
Permaneças aí, seja apenas o que és. Mas não sejas ausente também. Faço questão de te guardar nas lembranças e nas saudades, tento mesmo algumas vezes te traduzir em poemas doloridos e saudosos e felizes.
Mas nada mais. Nada mais do que isto.  Nada mais do que um quadro na parede eterna de minha alma.

Photo by Ilya Shishikhin on Unsplash

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: