Através da janela

Pela janela entram todos os barulhos vindos do exterior.
Eu observo.
Pela janela passam todos os passos pelas ruas e calçadas.
Eu observo.
Há pássaros que cantam a primavera.
Há risos de pessoas que conversam alegremente.
O céu está azul
e as cabeças baixas que também passam, olhando o chão,
não o veem.
Eu observo.
O céu está azul
e nem se sinal da tempestade de ontem,
quando a chuva trouxe mais vida à terra.
Eu observo.
Observo a vida em todas as suas formas.
Enquanto vivo a minha
vida.

Imagem by Giverny

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: