Da paixão e dela apeneas

Paixão é o olhar
mergulhado no desejo.
Olhar que desesperado cai.
Não se esvai.
São as mãos apressadas
estabanadas
desobedecendo a razão.
Paixão é a vontade
de partir, de não, de nada, de tanto…
e esta mesma vontade transformada
em ação contrária…
É desvario.
Paixão é o sonho desperto
de olhos mais do que abertos
não querendo nunca mais dormir.
É o desejo descabido
o desejo sem querer nutrido
pelo corpo antes da mente.
E somente.
Paixão não se espera
ela é surpresa e impera
fora do coração.

Imagem by Alvaro Castagnet

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: