Memórias passadas

Faço as pazes com as memórias que não estão mais aqui. Ao invés de sentir o vazio. Ao invés de chorar a falta. As memórias se foram, como gotas indesejadas de uma torneira entreaberta… pingando… pingando. E agora outras memórias estão presentes. Não substituem as ausentes, apenas são outras e preenchem seus papeis. Não é não querer mais lembrar. É tão somente aprender a esquecer.

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: