A chuva e eu

Ando sob a chuva
ela cai e seu barulho é música
seus pingos bênçãos
seu odor perfume.
A chuva é minha companheira
com ela converso em silêncio
e as emoções vivas
ficam em mim marcadas.
Ela pode vir mansa
ou tempestade
pode ser água
ou pedra…
Pode dar vida
ou ferida.
Eu também.

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: