Para ser feliz

Não tenho comigo as dores de ontem
elas ficaram guardadas num canto qualquer
não ficaram expostas
como uma fratura de um osso
que não se recupera.
Não trago comigo estas dores também
porque escolhi assim, caminhar sem elas
sem o sangue que de mim
escorreu como lágrimas
e quase me afogou.
Sigo adiante.
Me movo em frente.
Busco o horizonte.
Não perco o foco
que é restaurar a fé na esperança
e dela arrancar até o último suspiro
na fé
boa fé
a fé de ser feliz.

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: