O silencioso brilho das estrelas

Peguei emprestado das estrelas o brilho que o silêncio entrega.
Agora posso ouvir melhor o canto dos pássaros durante o dia
e na noite alcanço o céu com meus olhos apenas.
Sei que virei do avesso o que costumava ser.
Mas o que importa?
Se a
porta do desconhecido se abriu e me reconheci inteiramente nele?
Se quisesse poderia cantar.
Passar o resto da vida a compor versos loucos.
Mas sou tão normal dentro da anormalidade que me confiam…
Por isto o silêncio das estrelas me fez tão bem.
Elas cintilam no céu, caladas.
E eu vivo do silêncio alcançado
Abraçada em esperanças, correndo pelas calçadas.
Em mim resplandece tudo o que eu sempre quis ser…
e eu sou..
enquanto na alma do silêncio voo!
Imagem by Only stars

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: