Perséfone

Minha noite foi longa…
Levantei-me Perséfone
Um pulo só da cama
Uma xícara de café
Um olhar demente.
Não sonhei.
Ou sonhei tanto
que tudo esqueci.
O aniquilamento
passou com o vento
próximo das narinas
e foi mágico
ter narinas fechadas
garganta fechada
olhos fechados…
A deusa que me
levantou no corpo
esta manhã
Completamente lúcida
e de lúcifer provinda…
… ah, ela vai morrer hoje!
Imagem by Michael McNamara 

(Publicado neste blog originalmente em fevereiro de 2008)

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: