A beleza do outono

Há passos que se dá na vida querendo chegar
a algum lugar.
E outros que se dá simplesmente sem pensar.
O fato é que a vida é assim feita
de passos certos e aleatórios.
Olha-se para trás e pensa-se se seria possível saltar etapas
apagar eventos
desmanchar sentimentos…
Mas nada disto é possível pois tudo o que passou
tornou-se soma, a soma eterna, a bagagem interna.
Cada dia que passa o olhar para frente vai vendo menos
há mais para lembrar ou querer esquecer
do que para viver…
A primavera deixada para trás e o outono mostrando
suas faces ternas, de cores fortes, mas de muito mais sensatez
do que sensações…
Chegou a hora dos cortes…
Não o momento da poda, para que nasçam novos galhos…
Mas do corte perene de tudo o que não serve mais
para que fique para sempre apenas o que não é demais!
Esta é a beleza do outono,
onde as folhas todas caem
mas o que permanece na paisagem
não mais se apaga, desapega ou parte…
é arte…!

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: