Sobre o amor

Ou você ama, ou você não ama. Não se ama pouco, nem se ama demais. Amor é o que faz você se conectar com as pessoas. O que se chama amor demais já é paixão, aquela areia movediça que não dá pé e onde a gente costuma se perder. Amor é sentimento que não pede volta, retorno, reciprocidade, pede nada. Amor existe porque existe, não pediu pra nascer. Mas amizade é coisa de conquista e paixão é coisa de ser humano. Deixa-se de ser amigo porque os tempos mudam e a vida caminha e amizade nadava em águas rasas (amigo mesmo tem o nosso amor!); a gente se “desapaixona” de um dia para o outro e nem sabe como aconteceu (as vezes vira amor…)! Mas amor é divino, por isto, quem ama sabe que amou uma vez nunca deixará de amar e nem se dará conta se o amor bateu lá e voltou ou não. Amor não volta porque não precisa partir. Amor é eterno. E o enquanto dure pertence à paixão!

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Um comentário em “Sobre o amor

  1. Cruzes! Que avalanche de textos bons!Jacque fazia tempo eu não visitava o blog. Li várias postagens. Estou muito contente com o que vi por aqui. Me encontrei, ou melhor, me repaginei com sentimentos/conteúdos que fluem dos seus textos. Parabéns guria! Acho que vc está entrando numa fase especial de sintonia com seus leitores.Bj daqui. Fatima.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: