De dentro de mim

Algumas vezes me mudo completamente para dentro de mim. Lá de dentro, janelas e portas fechadas, observo vagarosa o mundo rodar. Ele roda e eu parada não quero rodar com ele. Fico quieta, deito os olhos sobre o mar imenso que são as emoções estendidas sob meu corpo. Elas vêm do meu corpo. Sinto que saíram de mim e continuam a sair, assim como se fosse um rio que corresse agoniado encontrar o mar. Este mar… Sentada no meu cantinho observo. Posso saltar de um instante para o outro e ali me afogar. Ou posso esperar secar. De qualquer jeito, hoje é o dia em que estou aqui dentro de mim. Qualquer hora eu saio, qualquer hora eu volto. Só não agora.

Imagem by Mabahe

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Um comentário em “De dentro de mim

  1. São momentos esses necessários para que tenhamos uma reflexão melhor de tudo que vivemos, do que estamos sentindo e o que nesse momento precisamos, é uma forma de saber a que caminho seguir e consertar pequenos erros, lindo post, bom dia!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: