Descontentamento

Não quero suas palavras prontas
e nem sorrisos encomendados
mensagens programadas
frases tontas
e olhares enganados.
Sejamos por uma vez,
verdadeiros.
Sejamos desta vez,
inteiros.
Nada de fingir pra passar momentos
nada de fingir que estamos só passando o tempo.
A felicidade não chegou, e agora?
Brincar com isto ou só jogar o resto fora?
Não quero mais fazer de conta
e nem quero votos obrigados
coisas que remontam
a sentimentos estragados.
Sejamos de uma vez
certeiros
deixemos de ser
carcereiros
das verdades caladas
fingindo gostar
das mentiras contadas.

Imagem by MeRH26

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

4 comentários em “Descontentamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: