Poeminha 23

Olhos fixos nas ondas do mar
ou na tela do computador.
Sabe o que é solidão?
É a ausência do amor…

Quando lembranças se partem
em pedacinhos no chão
viram saudades que ardem
viram dores e rancor.

Cheguem as águas mais perto
e lavem de nós as tristezas
que o que é bom e o que é certo
são descobertas da dor…

Depois a gente se acalma
se alegra pensando na vida
em tudo o que guarda a alma
no peito e mente cansados…

Versos simples não acabam
com a solidão companheira
mas trazem remédio e travam
a batalha da razão…

Quando os olhos finalmente
veem quem está do lado
e sentem bater novamente
coração descompassado!

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

2 comentários em “Poeminha 23

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: