Poeminha 32

Enquanto adormecida sigo adiante
e busco evitar as dores mais gritantes
volto-me, perdida, para dentro de mim…

Onde há medos mas também esperança
onde há guerras e também a bonança
tudo que começa tem seu fim…

As coisas sentidas…
Pessoas queridas…

E depois outros sonhos virão fazer parte
e serão perfeitos em toda sua arte
me farão amar ainda mais a vida.

Imagem: childhood dream by thesong


Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

7 comentários em “Poeminha 32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: