Diálogo com o vento

Me perguntou o vento se em mim moravam duas. Disse que via passar, as vezes uma, noutras a outra. Respondi que não. Respondi que somos muitas, que discutimos idéias, dividimos o corpo e comungamos no amor. Sorriu o vento. E prometeu voltar ventania para tentar descobrir de mim as que sou, coisa que, confesso, nunca estarei certa se sei de verdade ou não.

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: