De cabeça pra baixo

Virei meu mundo de cabeça pra baixo
quando decidi ser eu mesma.
Não sei exatamente em que dia isto aconteceu, sei que faz um tempo,
um tempo certo e certeiro
e tudo se transformou.
Passei a ser dona do meu nariz, do meu corpo e da minha alma
me dando colo e me dando broncas
me empurrando pra frente e mandando descansar
me dando comida e me tirando prazeres
me deixando sair desde que a corda não arrebentasse.
Ou pelo menos… pensei!
Descobri nesta mudança doida que dentro de mim tinha ainda outras
diferentes daquelas visíveis
indiferentes aos meus sentimentos
completamente desviadas dos caminhos previstos.
Alguém deveria avisar a gente que abdicar dos tantos papéis
que o teatro da vida nos incita a viver
pode deixar falhas na interpretação…

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: