E não me chame de doutor

– Documentos, por favor.
– Do carro?
– E os seus também.
– Ih, olha, a gente pode conversar? Porque meu documento eu até tenho… Mas o carro é emprestado…
– Meu senhor, documentos do carro e os seus por favor!
– Seu guarda, é que eu peguei o carro emprestado de um amigo meu.
– E onde está o seu amigo?
– Em casa!
– Meu senhor, este tipo de desculpa não convence. Desça do carro e apresente os documentos seus e do veículo!
– Mas amigo…
– Não me chame de amigo…
– Mas caro oficial, o meu amigo pegou emprestado o carro e me emprestou… E agora?
– Meu senhor, desça do carro.
– Mas meu amigo…
– Eu já disse que não…
– Mas doutor!!
– E não me chame de doutor! Pra você, sou oficial Bernardino e pode sair do carro que o senhor vai ter que se explicar na delegacia!

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: