Hora Marcada

Tinha pressa, estava ansiosa. Pensava naquela palavra fim bem grande que se via no final dos filmes no cinema. Sentiu uma ponta de inveja. Queria uma igual aquela para usar ali, agora. Precisava terminar a agonia. Em que sentido giram os ponteiros do relógio quando estamos apressados? Mas não fez coisa alguma. Sentou-se novamente, pegou uma daquelas revistas velhas e sem graça que todo consultório tinha e resolveu esquecer por alguns instantes o dentista e toda sua música desesperante.
Imagem : Pamela Allen

Ouvindo: Katy Perry

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Um comentário em “Hora Marcada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: