Despedidas


Despedidas não são pra mim
que nunca aprendi a sorrir
em momentos assim.
Pra dizer até logo e partir
sem saber
se foi adeus por um dia
ou até jamais
e jamais é tão longe
distante das crenças
e das esperanças
jamais é um horizonte
sobre o mar.
Despedidas são marcas à ferro
pra quem fica ou tem que ir
sem poder soltar um berro
sem querer
adivinhar se haverá reencontro
ou se os encontros foram chutados
para dias de nunca
de nunca mais à vista
ou a perder completamente da vista
cega pela dor do adeus
ou do olhar de até já.

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Um comentário em “Despedidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: