Lembranças de natal

Estava sentada na sala descansando depois daquela atividade que era a rotina de um dia por um ano. Descansava de ter montado a árvore de natal, verde, cheia de bolinhas e estrelas e papais-noéis. Embaixo, o presépio onde o menino jesus se apertava entre todos os outros personagens. Levantou, foi até o banheiro, lavou o rosto e deu de cara com o espelho. Tentou olhar para si mesma setenta anos antes. Era feita de papel de seda com lábios desenhados como maçã. Na sala estava a árvore viçosa, iluminada, colorida. Embaixo dela, maria, josé, jesus e os reis e os animais. E em volta dela estava ele sorrindo, entregando os presentes aos filhos que pulavam gritando feliz natal, feliz natal! Abaixou os olhos, retirou do espelho aquela figura e guardou no coração enquanto caminhava para onde estava a velha e empoeirada árvore, cheia de bolas quebradas e mofo. Embaixo dela o menino jesus esgueirava-se entre os restos. A casa estava cheia, mas de lembranças e lixo. Sentou novamente e olhou a janela: talvez este ano seja diferente. Talvez alguém venha. Talvez!

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: