CONHECER SENDO O SER

Por não me falares mais de ti
Cresce uma curiosidade intrigante
Muitas vezes creio que conhecer dói
E que gostar, preocupar, chorar…
Estas coisas assim, pelos outros…
Por outros sinto e assim conhecer
enriquecer…
Faz gostar, ajudar e rir…
E se chorar fizer parte da questão
Ombros no instante se dão
E dedos procuram lágrimas
Para tentar evitá-las…
Isso significa que não
me é medo, um medo qualquer…
O feio que te crês por dentro
Abusa do teu coração e te
faz esquecer que
és o que os meus olhos vêem
e o que o meu ser sente…
E se a tua feiura para ti mesmo
envolve sexo e a tortura mental
envolve as emoções profundas…
Adeus complexos!
Tanto de mais complexo seja
Já vi, já sei e bem possível seja
Entenda… eu posso compreender
Os teus receios…
E posso mostrar-te que também
sou feita de realidade
Uma permuta de amizade,
parece que assim se chama….
E finalmente, que não nos nos assole
o senso absurdo do ridículo!

Imagem: Sunflower, de Fabian Perez

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: