Céus e Terras

Caiu no chão o bilhete de ônibus. Simples assim… Me abaixei, enraivecida, dorida das costas e do peso que elas continham… Juntei do chão o bilhete de ônibus, amassando. Me levantei e, lastimosa ainda, ergui o corpo e os olhos se ergueram e viram… O céu estava lá, cheio de nuvens densas, nuvens de uma chuva pretensiosa e fria. Mas entre elas estava o sol, acanhado, sem muito jeito, naquele emaranhado cinza, tremeluzindo, tentando atrair meu olhar. Sentei… Perdi o ônibus e esqueci do bilhete. Ir ao chão, algumas vezes pode nos levar diretamente ao fogo dos céus…

Photo by Odin Lee on Unsplash

Publicado por Poeternizar

Eternizando versos, versejando vida, poetando sonhos, poeternizando a emoção de cada dia.

Um comentário em “Céus e Terras

  1. Às vezes, o chão nos dá as bases para a tomada de impulso!A frase a que você se refere no teu comentário de ontem é \”Porque te amo só posso dizer-te adeus\”?Se você a ouviu, exatamente igual, quando tinha 19 anos (mesmo que tenham passado apenas mais cinco…) eu me vejo numa encruzilhada: tenho um livro com esse título, já registrado na Bibliioteca Nacional desde 2003… E agora? Assumirei o plágio… rs!Mas, gostei muito do teu comentário!Abraços, flores, estrelas..

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: